06/12/2009

Estou de volta!!!

Meninas, queridas Tenho pensado nessa confusão que anda a minha vida, os meus sentimentos, a minha cabeça... Então, infeliz e precisando resgatar coisas que me fazem felizes , analisando a minha vida e buscando os meus principios tomei algumas decisões: pedi demissão do meu emprego e decidi ser feliz fazendo o que eu gosto, nao preciso ganhar rios de dinheiro pra ser feliz, preciso viver com dignidade, educr a minha filha no bem , ensinando-lhe os principios do amor, da fé e da caridade , sei que Deus me ajudará nessa caminhada. Assistindo o programa da Ana Maria Braga , ouvi esse texto e é extamente como me senti no dia que pedi minha demissão, peguei um pedaço pra compartilhar com voces, mas tarde , venho postar sobre novos projetos sobre artesanato. Sinto-me como aquele menino que ganhou uma bacia de jabuticabas. As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltavam poucas, rói o caroço. Já não tenho tempo para lidar com mediocridades. Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados. Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte. Já não tenho tempo para projetos megalomaníacos. Já não tenho tempo para conversas intermináveis para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha. Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas que, apesar da idade cronológica, são imaturas. Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral ou semelhante bobagem, seja ela qual for. Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa... Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade, defende a dignidade dos marginalizados, e deseja tão somente andar ao lado de deus. Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade, desfrutar desse amor absolutamente sem fraudes, nunca será perda de tempo. O essencial faz a vida valer a pena. Basta o essencial

3 comentários:

Dona Doçura Artesanatos disse...

Oi minha Querida.

Sei como são essas coisas.
Toda decisão é válida e sábia,pode ter certeza que vc vai ser muito feliz.
Um maravilhoso começo de semana e muitos beijinhos!

Cristina disse...

OIE AMIGA PRI, ATÉ QUE ENFIM VOLTOU HEIN, MENINA...
QUE DEUS TE ABENÇOE SEMPRE NESTA SUA NOVA JORNADA DE SUA VIDA, E PODE TER CERTEZA AMIGA QUE SE FOR PRA VC SER FELIZ VALE TUDO.
A GENTE REALMENTE NÃO PRECISA DE UM MUNDO DE DINHEIRO PRA SER FELIZ, ÀS VEZES COM TÃO POUCO SOMOS TÃO FELIZES E NÃO NOS DAMOS CONTA DISSO...
APROVEITE CADA MINUTO DA SUA VIDA E SERÁ FELIZ AMIGA...
BEIJINHOS CARINHOSOS, CRIS!!!

Viviane disse...

Oi Pri,
obrigada pelo carinho em meu blog. Vi um pouco da sua história aqui e concordo com esse texto, mais importante que dinheiro é se sentir feliz, busque sempre aquilo que lhe faça feliz. E fiquei muito contente em saber que as minhas buscas pela internet tem sido úteis pra vc. Desejo sucesso pra vc nessa sua nova jornada de artesã.
Beijos!!!